Uma das maiores bilheterias da história do cinema está no top 10 da Netflix e você precisa assistir

Top Gun: Maverick, a sequência do ícone dos anos 80 que levou multidões aos cinemas, provou ser mais do que um sucesso fugaz de bilheteria e chegou com os dois pés na porta também na Netflix.

Com quase US$ 1,5 bilhão de bilheteria acumulados globalmente em 2022, o filme que trouxe Tom Cruise de volta aos ares como o inigualável Pete “Maverick” Mitchell, chegou à Netflix no último dia 20 de dezembro e como era de se esperar, fixou um posto no Top 10 global do streaming, colocando-o sob os holofotes mais uma vez e reafirmando sua relevância mesmo após quase 2 anos desde seu lançamento original.

Maverick voltou com tudo na Netflix

top gun maverick sucesso na netflix

Não é todo dia que um filme consegue reunir, mais de um ano após sua estreia nos cinemas, uma audiência de milhões na plataforma de streaming mais famosa do mundo. Top Gun: Maverick, no entanto, atingiu exatamente esse marco.

Na última semana de dezembro, a sequência elevou-se ao 7º lugar no ranking global da Netflix, acumulando impressionantes 13,4 milhões de horas assistidas. Neste retorno triunfal, Cruise, acompanhado de talentos como Miles Teller e Jennifer Connelly e do agradável e emocionante retorno de Val Kilmer, prova que seu apelo é duradouro, tanto na aviação quanto na arte de entreter.

Por que o filme foi tão bem-sucedido?

Embora Top Gun: Maverick não tenha conquistado o título do filme de maior bilheteria de 2022 – uma honra que coube a Avatar: O Caminho da Água –, sua performance foi vital para uma indústria do cinema que ainda se recuperava do impacto devastador da pandemia de COVID-19. O filme foi um ponto de virada na carreira de Cruise, já que foi o seu primeiro filme a entrar no clube do bilhão.

Elogios da crítica vieram em ondas. Muitos argumentaram que Top Gun: Maverick conseguiu ser superior ao primeiro filme da franquia Top Gun, uma façanha rara para sequências em Hollywood.

O reconhecimento veio na forma de seis indicações ao Oscar. Dentre essas indicações, uma surpreendeu pelo Melhor Roteiro Adaptado e outra se materializou na vitória na categoria de Melhor Som, um crédito bem merecido, dadas as sequências aéreas eletrizantes.

Aliás, são essas mesmas sequências aéreas, juntamente com uma narrativa que equilibra emoção e nostalgia, que agradou tanto os espectadores do filme, e possível motivo para ele continuar sua decolagem na Netflix. O público já dos cinemas, elogiou largamento a mistura da tecnia de alto nível do filme, com cenas de ação com coração – um fator muitas vezes perdido em filmes que dependem pesadamente de efeitos especiais.

Em resumo, Top Gun: Maverick transpôs as fronteiras do sucesso comercial, do triunfo crítico e agora, da popularidade no streaming. Esta jornada ilustra como certas histórias, quando contadas com paixão e inovação, podem voar alto e capturar a imaginação de públicos em qualquer plataforma, seja numa tela grande ou na telinha de casa.

CONFIRA Também: Filme mais comentado de 2022, “Top Gun: Maverick” estreia em dezembro na Netflix

Aline ResendeFormada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura. Trabalha na área de comunicação como Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para materiais em vídeo. Pseudo-cinéfila e apaixonada por todo universo Geek.
Instagram
Fechar