Stillwater – Em Busca da Verdade, Final Explicado: Bill prova a inocência da filha?

Stillwater – Em Busca da Verdade é o filme não tão novo (2021) que chegou essa semana na Netflix e traz Matt Damon na pele de um pai com uma missão difícil e precisando enfrentar um final inesperado.

Bill, o personagem de Damon, é um trabalhador da classe operária de Oklahoma que embarca numa jornada de desespero e determinação até a França, motivado por um propósito angustiante: ajudar a filha (Abigail Breslin) que se encontra presa pelo assassinato da namorada.

Confira a seguir todos os detalhes do final de Stillwater: Em Busca da Verdade.

O enredo de Stillwater: Em Busca da Verdade

stillwater final explicado

Em Stillwater – Em Busca da Verdade, somos arrastados para o drama de Bill, que é a única esperança que a filha tem de provar sua inocência após ser condenada pelo assassinato de sua namorada.

Assim, Bill viaja para Marselha, e desde o início imensas dificuldades se colocam em seu caminho, começando pela língua.

A narrativa diz mesmo a que veio quando uma nota, entregue em segredo por Allison a Bill, sugere uma nova pista. Nela, Allison menciona um morador local que teria assumido a autoria do crime. A partir desta pista, Bill se alia a Virginie, uma amiga que faz a tradução da mensagem, e encontra a localização do suspeito mencionado, Akim.

Bill consegue encontra  suspeito e se envolve num confronto direto com Akim, porém, acaba levando uma surra e Akim sai quase ileso. No entanto, um segundo encontro entre Bill e Akim coloca o americano em uma situação questionável de justiça, já que o desespero para provar a inocência da filha, faz com que ele sequestre o suspeito e o mantenha em cativeiro.

Em meio a isso, um teste de DNA identifica Akim como o verdadeiro assassino, no entanto, o desdobramento do final sofre uma grande reviravolta.

Final explicado de “Stillwater: Bill prova a inocência da filha?

No final de Stillwater, encontramos um emaranhado de emoções e questionamentos éticos. Quando tudo parece caminhar para um heroico final feliz, com Allison sendo libertada e pai e filha retornando aos Estados Unidos saudados como heróis, uma revelação chocante abala a estrutura da trama.

Antes de Alisson ser libertada, Akim contou para Bill que foi ela mesma quem o contratou para cometer o crime, oferecendo como pagamento um colar gravado com a palavra “Stillwater“— um presente anterior de Bill à filha.

Após o DNA comprovar que Akim realmente era o culpado, Bill decidiu deixar essa história de lado, julgando que o assassino estava mentido.

Ao voltarem pra casa, no entanto, Bill decide confrontar Allison sobre o colar e, em meio a um encontro tenso e carregado de emoção, vê a própria filha admitir que realmente foi a mandante do assassinato de Lina.

Essa confissão esmaga a noção de justiça que Bill mantinha e coloca-o numa encruzilhada moral de proporções gigantescas.

Stillwater – Em Busca da Verdade fecha sua cortina deixando nos ombros do espectador o peso das implicações morais e éticas do filme. Akim, o jovem que assassinou Lina, ao menos de forma direta, é uma figura tragicamente complexa que personifica os temas de manipulação e das percepções humanas. Enquanto o teste de DNA comprova a sua ligação direta com o crime, a confissão de Allison revela uma trama mais profunda, onde ela se assume como a mente por trás do crime.

A resposta à pergunta “Bill prova a inocência da filha?” é complexa, já que, apesar da resposta ser positiva, a verdade é que Bill foi tão enganado pela filha quanto o restante do público.

CONFIRA Também: Criador explica o final da 5ª temporada de Fargo

Aline ResendeFormada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura. Trabalha na área de comunicação como Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para materiais em vídeo. Pseudo-cinéfila e apaixonada por todo universo Geek.
Instagram
Fechar