Stephen King queria lenda da comédia como protagonista de um de seus piores filmes

Stephen King queria lenda da comédia como protagonista de um de seus piores filmes
  • Stephen King desejava que o comediante John Candy protagonizasse uma de suas adaptações cinematográficas menos aclamadas.
  • John Candy foi considerado devido ao seu potencial dramático, mas não pôde participar devido a compromissos prévios ou desinteresse.
  • “A Maldição” teve outras dificuldades durante a produção, como a redução de custos com efeitos especiais e o corte de uma cena notável.

Em uma revelação surpreendente, as informações divulgadas na edição de colecionador em Blu-ray do filme “A Maldição” revelam que o escritor Stephen King queria escalar o lendário comediante John Candy para o papel principal em uma de suas adaptações cinematográficas menos aclamadas. Embora Candy seja conhecido por seus papéis em filmes de comédia, King via o potencial dramático do ator para interpretar o personagem principal.

John Candy stephen king a maldição

Mitchell Galin, o produtor do filme, revelou que houve esforços para garantir a participação de John Candy no projeto, com oferta de um cachê considerável e o argumento de que o papel poderia servir como incentivo para ele perder peso. No entanto, devido a compromissos prévios e desinteresse, a escalação de Candy não se concretizou

“Nós entramos em contato com os representantes de [John] Candy. O comentário de Steve foi como: ‘Vamos pagar a ele uma boa quantia em dinheiro e vamos salvar a vida dele.’ (risos) E por qualquer motivo – Candy estava ocupado ou não se interessou pelo [material]… Eu realmente não faço ideia. Em algum momento, você coloca isso lá fora, se não obtiver a resposta desejada, no final do dia, realmente não me importo. A menos que seja algo necessário, uma pessoa que possa ajudar no processo de avançar”.

Em vez disso, o papel acabou sendo interpretado por Robert John Burke, que utilizou uma “fat suit” no início do filme e passou por um processo de emagrecimento para as cenas finais.

Além disso, foram divulgados outros detalhes sobre as dificuldades enfrentadas durante a produção. Uma cena notável mostraria a transformação do personagem do juiz em um “homem com guelras”, mas essa cena foi cortada para reduzir os custos com efeitos especiais. O diretor Tom Holland, que lidou com paralisia facial durante a produção, expressou arrependimento por esse corte em particular.

“A Maldição” foi lançado em 1996 e não atingiu as expectativas nas bilheterias, recebendo críticas negativas. A trajetória do filme revela os desafios e as escolhas complicadas envolvidas nas adaptações cinematográficas e seus efeitos no produto final apresentado ao público.

Com informações de Cinema Blend.

Alexandre Garcia PeresEditor do Sobre Sagas e Analista de SEO da WebGo/Content. Raramente ri com filmes e prefere muito mais um dramão. Sempre conta os dias pelos próximos filmes do Tarantino, da Pixar e do Studio Ghibli e frequentemente reassiste os mesmos filmes na dúvida do que assistir. Pela formação em Letras, tem pavor de adaptações ruins de livros e sente um leve prazer ao assistir filmes muito ruins, especialmente os que passam na TV aberta. No tempo livre, gosta de tocar violão/guitarra, jogar videogame e brincar com um dos seus 12 gatos.
FacebookLinkedin
Fechar