Por que Milly Alcock é perfeita pro papel de Supergirl no novo DCEU?

Por que Milly Alcock é perfeita pro papel de Supergirl no novo DCEU

RESUMO

  • Milly Alcock foi escolhida para interpretar a Supergirl no novo DCEU, sob a direção de James Gunn.
  • A personagem de Kara Zor-El terá uma abordagem mais áspera e complexa, diferindo das versões anteriores.
  • O filme “Supergirl: Woman of Tomorrow” será baseado na edição recente dos quadrinhos e ainda não tem data de lançamento confirmada.

Milly Alcock, conhecida por sua atuação na série “House of the Dragon”, foi escolhida como a nova Supergirl do universo cinematográfico da DC, sob a direção de James Gunn. A atriz australiana interpretará Kara Zor-El de uma forma mais intensa e complexa, diferindo das representações anteriores da personagem.

Gunn, que assumiu recentemente o comando da DC Studios, revelou que Alcock sempre esteve em seu radar desde que ele começou a se aprofundar nos quadrinhos da DC. Ele enfatizou que a atriz possui a combinação perfeita de coragem, elegância e autenticidade, essenciais para essa versão rejuvenescida da Supergirl.

O papel de Alcock no aguardado filme “Supergirl: Woman of Tomorrow” será baseado na edição recente dos quadrinhos com o mesmo nome. A personagem de Kara Zor-El terá 21 anos e estará envolvida em aventuras intergalácticas, acompanhada por uma jovem alienígena chamada Ruthye, que busca vingança pela morte de seu pai.

A aclamada interpretação de Alcock como a determinada Princesa Rhaenyra Targaryen se alinha perfeitamente com as características necessárias para sua nova incursão como Supergirl.

Ao contrário das versões anteriores da Supergirl, interpretadas por Helen Slater e Melissa Benoist em adaptações anteriores, a personagem de Alcock terá uma abordagem mais sombria e determinada, similar à interpretação de Sasha Calle no filme “The Flash”.

Embora ainda não tenha sido divulgada uma data de lançamento para “Supergirl: Woman of Tomorrow”, a expectativa entre fãs e críticos é alta.

Alexandre Garcia PeresEditor do Sobre Sagas e Analista de SEO da WebGo/Content. Raramente ri com filmes e prefere muito mais um dramão. Sempre conta os dias pelos próximos filmes do Tarantino, da Pixar e do Studio Ghibli e frequentemente reassiste os mesmos filmes na dúvida do que assistir. Pela formação em Letras, tem pavor de adaptações ruins de livros e sente um leve prazer ao assistir filmes muito ruins, especialmente os que passam na TV aberta. No tempo livre, gosta de tocar violão/guitarra, jogar videogame e brincar com um dos seus 12 gatos.
FacebookLinkedin
Fechar