PERCY JACKSON | Quais serão as próximas etapas da série? Quando será a estreia?

A adaptação de Percy Jackson e os Olímpianos já está em produção pelo Disney+. Quer saber mais sobre as próximas etapas e a estreia? Confira!



Está ansioso pela série de “Percy Jackson e os Olímpianos“? Bem-vindo ao clube. Foram anos de insistência de milhares de semideuses para que Rick Riordan e a Disney produzissem uma série baseada nos livros, e agora que o sonho está confirmado, o que nos resta fazer é esperar.

Na etapa onde a produção se encontra os passos são curtos e as atualizações são espaçadas, com menos frentes de ação. Mas para aliviar um pouco a ansiedade e as expectativas sobre a série, decidimos compartilhar com você quais serão as próximas etapas de produção da série, para que tenhamos noção de tudo que nos aguarda e do quanto esses passos irão demorar.



Antes de realmente explorar mais essas questões, temos que fazer uma distinção: “Percy Jackson e os Olimpianos“, ao contrário da maioria das séries produzidas para a TV, foi encomendada como um projeto “straight-to-series” (direto para a série, em tradução direta). Mas o que isso quer dizer?



Normalmente, quando a ideia de uma série é bem-vinda por um estúdio de produção, eles encomendam o piloto (primeiro episódio) da trama, e a depender da aceitação dste entre os executivos e comissões do estúdio, a série pode ou não seguir para o desenvolvimento da temporada completa. PJO, por sua vez, segue a nova onda que é tendência entre os streamings, que é de encomendar logo a primeira temporada de vez. Isso é essencial para compreender o modelo das etapas que serão apresentadas à seguir:

1. Em qual etapa a série está?





Embora tenha sido encomendada no modelo straight-to-series, o piloto ainda exerce um impacto gigantesco sobre a produção: é ele que irá ditar o drama, o estilo, a fotografia, a abordagem e os demais caminhos que a série irá tomar. É por isso que Rick e Becky Riordan são as principais peças-chaves desta etapa. A adaptação do roteiro está sendo escrita pelo próprio Rick, e embora isso pareça simples para um autor que já publicou mais de 20 livros, Hollywood apresenta novas dificuldades.

Etapa Percy Jackson
Percy Jackson e os Olímpianos: roteiro da série ainda está sendo ajustado de acordo com as sugestões da Disney.

Nunca – literalmente, NUNCA – o roteiro de um piloto é completamente aprovado quando apresentado. Executivos, produtores, diretores de arte, especialistas e centenas de outros profissionais dos estúdios fazem inúmeras anotações no documento, e o roteirista é responsável por sintetizar todas elas. É neste exato ponto que a série se encontra: o roteiro do piloto está sendo ajustado por Rick e os profissionais da Disney, para que tudo esteja nos conformes para que a primeira impressão seja sempre a melhor.

2 – Próxima etapa: frentes de trabalho.

Se na primeira etapa o trabalho era focado nas relações entre roteiristas e produtores, aqui as coisas explodem e se dividem em diversas frentes de trabalho. Os produtores orçam quanto a série irá custar e quem irá conduzir essas frentes, garantindo que o trabalho de todas elas sejam realizados simultaneamente.

Enquanto a equipe de seleção de elenco abre as chamadas para o casting (seleção de atores), o(s) diretor(es) de arte estão trabalhando em como transformar os cenários, objetos, peças e figurinos do roteiro em algo factível. O diretor do piloto e dos outros episódios também começam a ser definidos, e as locações começam a ser levantadas.

Etapa Percy Jackson
Diretor de arte define como será o visual do projeto da produção.

Outros roteiristas também entram em ação aqui: embora o piloto tenha sido assinado por Rick Riordan, o desenvolvimento dos demais episódios contará com a supervisão do Rick como produtor e criador do universo, mas serão assinados por outros profissionais já experientes.





Nesta etapa, o trabalho em conjunto é essencial para o resultado final da série: diretores de arte, cineastas, diretor de fotografia, cenógrafos, figurinistas, assistentes, precisam estar perfeitamente alinhados para que o trabalho seja coeso e tenha uma identidade marcante. Isso impede que o projeto se torne um verdadeiro Frankestein da indústria televisiva.

3 – Produção

Cenários Etapa Percy Jackson
Na produção, cenários são rapidamente montados pela equipe de Direção de Arte.

Com todos os astros já alinhados, é hora de colocar a mão na massa: as locações começam a ser reservadas, os cenários construídos e os figurinos costurados. Todas as câmeras e os equipamentos cinematográficos são instalados e ajustados dentro dos estúdios enquanto a magia de Hollywood deixa tudo ainda mais real. Embora o sigilo destas etapas seja uma prioridade, é normal que fotos de cenários, figurinos e locações acabem vazando (para felicidade e surto dos fãs que amam uma teoria).

Enquanto isso, o elenco se prepara e recebe treinamento para a gravação dos episódios. A famosa mesa de leitura acontece, onde os atores e equipe leem o roteiro e definem o tom da produção. Em séries estreladas por crianças, é essencial que algumas cenas sejam ensaiadas antes de serem gravadas. Coreografias com espadas, equipamentos de simulação de voo e ajustes com dublês preparam o solo para a principal etapa de produção: as gravações.

Percy Jackson
Mesa de Leitura: elenco e equipe se reúnem para ler o roteiro e definir a entonação e detalhes das cenas.

4 – Luz, Câmera, Ação!

Com tudo pronto, é hora de gravar. Normalmente, cada episódio de uma série de drama leva uma média de 8 dias para serem gravados. Em produções de fantasia envolvendo crianças, esse tempo normalmente se estende para uma média de 11 dias. Cronogramas loucos, horas incansáveis de trabalho, improvisações e uma equipe multidisciplinar fazem parte da rotina de quem trabalha em sets de filmagens.

Ao se tratar de uma produção muito esperada, o sigilo exerce uma função importante: absolutamente nada que ocorre dentro dos sets deve ser exposto, e embargos com multas altíssimas garantem que isso seja imposto. Em locações, a equipe e o elenco fazem de tudo para que poucos detalhes da trama sejam revelados, mas uma informação ou outra acabam vazando pela imprensa.

Luz, Câmera e Ação! Imagem dos bastidores de “Percy Jackson e o Mar de Monstros”, da Fox.

5 – Edição





Embora as etapas sejam distintas, aqui vale ressaltar que em muitos casos elas ocorrem de forma simultânea: o material que é gravado sobre certo episódio já é mandado para a equipe de edição enquanto outras cenas ainda são filmadas. Ajustes de som, continuidade e efeitos visuais vão sendo realizados até que a cena esteja próxima ao que foi planejado pelo Diretor em parceria com o Diretor de Arte e de Fotografia.

Em produções de drama e romance, por exemplo, esta etapa é mais rápida, já que envolve muito mais o trabalho de som e de junção das cenas. Em fantasia, a história é diferente: a grande quantidade de efeitos visuais, retoques e animações tornam esta uma das fases mais longas do processo. Isso faz com que os gêneros de Ação, Fantasia, Ficção Científica e Aventura se tornem as produções mais demoradas que são produzidas pelos grandes estúdios de Hollywood.

Edição: etapa faz parte do processo de pós-produção da série.

A etapa de Edição se finaliza nos cortes finais, onde a equipe de editores, produtores, diretores e executivos se unem para definir o que será transmitido e o que será descartado. Após isso, a série segue para a última etapa de sua produção.

6 – Marketing e Exibição

Material finalizado, é hora de promovê-lo. Trailers, Teasers, Imagens Promocionais e conferências com a Imprensa ganham um papel importante neste ponto. Quanto mais barulho a série fazer nas redes, maior será o público de espectadores quando for lançada. Aqui, entra o papel do fandom de Percy Jackson, que se unirá à Disney para promover a produção e garantir sua renovação para a 2ª temporada.

Após a divulgação inicial, a série é exibida. O Disney+, especificamente, tem seguido pelo modelo de um episódio por semana, o contrário do que é feito por sua principal concorrente, a Netflix. Isso certamente torna as expectativas mais altas e expande o tempo de engajamento da trama, se realmente for tudo aquilo que promete.

Divulgação Percy Jackson
WandaVision: Disney+ investiu em outdoors distribuídos por Los Angeles.




CONFIRA Também:
PERCY JACKSON | Fãs elegem os 10 atores favoritos para protagonizar série do Disney+

Quanto tempo tudo isso leva?

Com tantas etapas e trabalho, não é surpresa para ninguém que Rick Riordan tenha se preocupado tanto em reafirmar que a série não irá estrear tão cedo quanto os fãs esperam. A etapa que se encontra agora, de pré-produção, é ligeiramente a mais demorada: normalmente ocupa cerca de 40% do tempo total de produção. A pandemia de coronavírus não favorece em nada este cenário.

Atualmente, o roteiro do piloto ainda está sendo adaptado, o que significa que as frentes de trabalho ainda não foram definidas. É claro que o tempo de produção irá variar com as demandas que os estúdios impõem sobre a série, mas para termos um parâmetro, podemos utilizar a produção de “Stranger Things“, da Netflix.

O roteiro do piloto original da série (aquele que Rick está trabalhando agora), foi finalizado e entregue ao serviço de streaming em Abril de 2015, e a temporada de 8 episódios estreou na plataforma apenas em Julho de 2016, cerca de um ano e três meses após a finalização do roteiro.

Stranger Things: série de ficção científica levou um ano e três meses para ser produzida.

Percy Jackson e os Olímpianos“, por ser uma série de fantasia, deve tomar ainda mais tempo nas etapas de produção de arte, filmagens e pós-produção, e por isso, podemos esperar que a partir do momento que Rick entregue o roteiro, a Disney demore cerca de um ano e meio para pré-produzir, gravar, editar e disponibilizar a série em seu serviço de streaming. Isso se a pandemia de coronavírus não dificultar ainda mais o calendário.





Se tivermos sorte, podemos esperar que a série seja finalizada até o final de 2022. Parece um prazo longo, mas algumas vezes qualidade e paciência são fatores indissociáveis, e com Rick Riordan interferindo em todas essas etapas, o resultado deve compensar a espera.

Arquiteto e Urbanista pós-graduando em Cenografia. Editor-Chefe e administrador do Sobre Sagas desde 2013. Apaixonado por adaptações cinematográficas, especialmente de fantasia.
FacebookInstagramLinkedin

Deixe seu comentário