Pedro Pascal está há anos pedindo por filme de O Mandaloriano

Pedro Pascal está há anos pedindo por filme de O Mandaloriano
  • Pedro Pascal expressou seu interesse em um filme de “O Mandaloriano” durante uma entrevista no evento D23 Expo em 2022
  • Ele afirmou sua disposição de priorizar o projeto, apesar de sua agenda profissional cheia
  • A possibilidade de um filme ainda não é oficial, mas mostra o impacto da série no entretenimento e o compromisso de Pascal com o personagem.

Pedro Pascal, conhecido por interpretar Din Djarin em “O Mandaloriano“, expressou repetidamente sua vontade de ver seu personagem em um filme. Durante uma entrevista no evento D23 Expo em 2022, recuperada recentemente, o ator mostrou seu entusiasmo com a possibilidade, classificando-a como uma “ótima ideia”.

Mesmo com uma agenda profissional cheia (afinal, o ator está em tudo), Pascal afirmou que daria prioridade a um possível projeto cinematográfico envolvendo seu personagem e o Baby Yoda. Embora apenas na “brincadeira”, ele sugeriu que suas declarações entusiásticas podem ter dado força às discussões sobre um filme.

Se não se está falando sobre o [filme] ainda, a partir de hoje estará“, brincou na entrevista. No entanto, ainda não há confirmação oficial ou planos divulgados pela Lucasfilm ou Disney.

O ator também revelou sua intenção de continuar interpretando o Mandaloriano por tempo indeterminado, desde que permitido. Esta revelação entusiasma os fãs da franquia e mostra o compromisso de Pascal com o personagem que conquistou o coração dos espectadores desde o lançamento da série em 2019.

Embora incerto, o protagonismo e a paixão de Pedro Pascal pelo papel de Din Djarin são inquestionáveis, mesmo com o futuro da quarta temporada de “O Mandaloriano”. A possibilidade de um filme “O Mandaloriano & Grogu” ainda não é oficial, mas destaca o impacto da série no cenário atual do entretenimento e na carreira do ator chileno-americano.

Alexandre Garcia PeresEditor do Sobre Sagas e Analista de SEO da WebGo/Content. Raramente ri com filmes e prefere muito mais um dramão. Sempre conta os dias pelos próximos filmes do Tarantino, da Pixar e do Studio Ghibli e frequentemente reassiste os mesmos filmes na dúvida do que assistir. Pela formação em Letras, tem pavor de adaptações ruins de livros e sente um leve prazer ao assistir filmes muito ruins, especialmente os que passam na TV aberta. No tempo livre, gosta de tocar violão/guitarra, jogar videogame e brincar com um dos seus 12 gatos.
FacebookLinkedin
Fechar