Loki | Teorias apontam os Guardiões do Tempo como os verdadeiros vilões

Algumas teorias sobre a série Loki sugerem que os vilões da trama são os Guardiões do Tempo — ou alguém se passando por eles!

Publicidade

Publicidade

Representação dos Guardiões do Tempo na série Loki (Imagem: Reprodução/Marvel Studios)

Como toda produção do Marvel Studios, a série Loki  vem recebendo diversas teorias, mesmo com apenas um episódio disponível no Disney+. Uma das teorias mais recentes de Loki é a de que os Guardiões do Tempo, apresentados como os criadores da Autoridade de Variação Temporal e responsáveis por guardar a Linha do Tempo Sagrada, nem sequer existem de verdade. Ou que eles são os verdadeiros vilões da trama.

Nós já explicamos a origem dos Guardiões do Tempo e a possível relevância deles para o futuro da Fase 4 do Marvel Cinematic Universe nesta outra matéria do Sobre Sagas. Portanto, recomendamos que você confira primeiro ela antes de avançar com a leitura dessa daqui.

Publicidade

Agora, se você já conhece a origem dos Guardiões do Tempo e quer saber como eles podem não existir de verdade no MCU, sendo uma mera artimanha de outro vilão, continue lendo esta matéria!

Publicidade

Os Guardiões do Tempo podem ser os vilões de Loki

Construção com estátuas dos Guardiões do Tempo na série Loki (Imagem: Reprodução/Marvel Studios)
Construção com estátuas dos Guardiões do Tempo na série Loki (Imagem: Reprodução/Marvel Studios)

A primeira parte da teoria sugere que os Guardiões do Tempo não necessariamente não existem: eles podem “apenas” ser os verdadeiros vilões da trama.

Publicidade

Publicidade

Na série, é mencionado sobre a existência, no passado, de guerras entre diferentes linhas temporais do Multiverso. E que um dos papeis da Autoridade de Variação Temporal, que está sob as ordens dos Guardiões do Tempo, é o de impedir que as realidades lutem umas com as outras, levando o Multiverso ao caos.

Isso abre espaço para uma infinidade de possibilidades, inclusive para a de que os Guardiões do Tempo sejam apenas os vencedores dessa guerra interdimensional, que agora contam a mentira de que “fazem tudo para preservar a Linha do Tempo Sagrada” apenas para se manterem no poder.

Nesse caso, a Autoridade de Variação Temporal teria apenas o papel de acabar com todos aqueles que ganhassem poder o suficiente a ponto de ameaçar os Guardiões do Tempo. Por isso que ninguém ouviu falar da AVT até o momento, exceto Loki — que ganhou acesso ao Tesseract, a Joia do Espaço, e se tornou uma ameaça em potencial. Prova de que Loki, interpretado por Tom Hiddleston, pode ter o necessário para abalar o plano dos Guardiões do Tempo é o fato de a AVT estar caçando justamente uma outra versão sua, que já teorizamos nesta matéria se tratar de Lady Loki.

Essa não seria a primeira vez que os Guardiões do Tempo fariam algo do tipo. Nos quadrinhos da Marvel Comics (como já comentamos aqui), eles já tentaram dar fim à Feiticeira Escarlate e aos Vingadores quando estes se tornaram poderosos demais. Além de frequentemente lutarem contra Kang, o Conquistador, que também tem o poder de viajar no tempo e já está confirmado para o filme Homem-Formiga e A Vespa: Quantumania, previsto para 2023.

Os Guardiões do Tempo podem não existir

Os três Guardiões do Tempo nos quadrinhos (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)
Os três Guardiões do Tempo nos quadrinhos (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

Tanto nos quadrinhos quanto nos filmes e séries, uma das principais características de Loki é a perspicácia. Ele sempre capta muito bem as coisas, dando um jeito de tirar o máximo de proveito de cada situação, fazendo justiça ao seu título de “Deus da Trapaça”. Entretanto, dessa vez, Loki pode não estar vendo as coisas com muita clareza.

Publicidade

Publicidade

No primeiro episódio, Loki até mesmo reconhece a possibilidade de ele estar sendo manipulado, através de uma ilusão, por seres inferiores a ele. Mas ele logo parece abandonar esta possibilidade, uma vez que as coisas passam a fazer cada vez mais sentido.

Essa teoria sugere que os Guardiões do Tempo — e até mesmo a Autoridade de Variação Temporal — são mentiras, convincentes o suficiente, criadas com o único intuito de mentir para o Deus da Mentira, manipulando-o. O objetivo? Fazer com que Loki ajude a derrotar uma outra versão sua, de outra realidade do Multiverso, que ganhou poder e se tornou uma ameaça grande demais.

Nesse caso, fica a pergunta: mas quem está por trás disso tudo? Já no primeiro episódio, a série fez alguns acenos para vilões emblemáticos dos quadrinhos da Marvel. Como para Pesadelo — com Mobius dizendo que o departamento de pesadelos é outro — e até mesmo para Mephisto, embora tudo aponte que o senhor da terra dos mortos não apareça na série.

Uma terceira opção é o já mencionado Kang, o Conquistador. Parece que o Marvel Studios está realmente preparando o terreno para a chegada do super-vilão no MCU, já que a juíza responsável pelo julgamento de Loki é Ravonna Renslayer, personagem importantíssima que tem uma relação direta com Kang.

Seja como for, há ainda bastante lacunas e questões envolvendo os Guardiões do Tempo, que sem dúvidas devem ser preenchidas e respondidas nos próximos capítulos de Lokique chegam ao Disney+ sempre nas quartas-feiras.

Publicidade

Publicidade

Por enquanto, conte para a gente aí nos comentários o que você acha dessas teorias envolvendo os Guardiões do Tempo! E fique sempre ligado aqui no Sobre Sagas para mais matérias como essa!

Fonte: Disney+ e Marvel Fandom

Redator e revisor da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês pela PUCPR. Tem experiência com redação e revisão de textos para Web. Gosta de poesia, literatura, cinema, televisão e gatos.

Deixe seu comentário