Lista | 8 curiosidades sobre o filme O Grande Gatsby

Confira aqui a nossa seleção de 8 curiosidades de O Grande Gatsby, filme que completa hoje exatamente 8 anos desde sua estreia no Brasil.



Leonardo DiCaprio como Gatsby em O Grande Gatsby (Imagem: Reprodução/Warner Bros. Pictures)

Nesta segunda-feira (07), o filme O Grande Gatsby (2013) completa exatamente 8 anos desde o seu lançamento no Brasil, que aconteceu no dia 07 de junho de 2013. Nos Estados Unidos, na Europa e na Austrália, o filme chegou um mês antes, em maio de 2013. Para celebrar o aniversário de 8 anos do lançamento de O Grande Gatsby, nós, do Sobre Sagas, preparamos esta matéria com 8 curiosidades incríveis sobre o filme. Confira!

Inspirado em um livro

Começos a lista com uma  das curiosidades mais famosas, mas que nem todos que assistiram ao filme sabem: o filme O Grande Gatsby é uma adaptação de um famoso romance, de mesmo nome, do escritor americano F. Scott Fitzgerald, publicado em 10 de abril de 1925.

O escritor F. Scott Fitzgerald, autor de O Grande Gatsby (Imagem: Reprodução/Fundação Schmidht)
O escritor F. Scott Fitzgerald, autor de O Grande Gatsby (Imagem: Reprodução/Fundação Schmidht)


Considerado por muitos como um dos melhores romances do século XX, o livro conta uma história bem parecida com a apresentada no filme, girando em torno de Nick Carraway, um comerciante que se muda para a casa ao lado da mansão do bilionário Jay Gatsby, em Long Island. Além de retratar questões históricas do começo do século XX, como as tensões da Primeira Guerra Mundial e a implementação da Lei Seca nos Estados Unidos, o romance também é considerado como uma profunda crítica ao “Sonho Americano”.



Entretanto, o filme não busca inspiração apenas no principal livro de Scott Fitzgerald. Ao longo da adaptação, há diversos diálogos retirados de outras obras do autor, inclusive da coletânea de ensaios My Lost City: Personal Essays, 1920-1940.

Foto de Zelda Fitzgerald





E, por falar em F. Scott Fitzgerald, conseguimos ver no filme um retrato de Zelda Fitzgerald, esposa e musa inspiradora do autor, numa parede do apartamento de Tom Buchanan (Joel Edgerton) e Myrtle (Isla Fisher).

Na vida real, Zelda Fitzgerald teve um final trágico. A romancista, poetisa, pintora, dançarina e socialite passou a sofrer de problemas mentais ao final de sua vida, de modo que ela passou grande parte de seus últimos anos internada num hospital psiquiátrico. Num incêndio que atingiu ao Highland Hospital, onde ela ficou internada nos seus anos finais, Zelda Fitzgerald morreu queimada, numa sala trancada, enquanto aguardava por uma sessão de eletrochoque.

Amizade entre os protagonistas

À esquerda, Tobey Maguire como Nick Carraway; à direita, Leonardo DiCaprio como Jay Gatsby (Imagem: Reprodução/Warner Bros. Pictures)
À esquerda, Tobey Maguire como Nick Carraway; à direita, Leonardo DiCaprio como Jay Gatsby (Imagem: Reprodução/Warner Bros. Pictures)

Uma das melhores curiosidades do filme O Grande Gatsby é a relação entre os dois protagonistas principais, Leonardo DiCaprio, que interpretou Jay Gatsby, e Tobey Maguire, que fez o papel de Nick Carraway. Isso porque os dois atores são amigos desde que eram crianças!

Essa não foi a primeira vez que os dois contracenaram juntos. No passado, eles também atuaram em outras duas produções: Don’s Plum (2001) e O Despertar de um Homem (1993).

“Ad Finem Fidelis”

A expressão latina "ad finem fidelis" escrita nos portões da mansão de Gatsby (Imagem: Reprodução/Warner Bros. Pictures)
A expressão latina “ad finem fidelis” escrita nos portões da mansão de Gatsby (Imagem: Reprodução/Warner Bros. Pictures)

No filme, conseguimos ver, em determinado momento, a seguinte expressão latina escrita nos portões da mansão de Gatsby: “ad finem fidelis“. Que, em português, quer dizer algo parecido com “fiel até o fim“.





A frase não é um detalhe desconexo com a trama, muito pelo contrário: ela faz uma alusão ao fato de Gatsby ter sido fiel a Daisy Buchanan, interpretada no filme por Carey Mulligan, até o fim de sua vida.

Sintonia com o filme de 1974

Cena da versão de 1974 de O Grande Gatsby (Imagem: Reprodução/Paramount Pictures)
Cena da versão de 1974 de O Grande Gatsby (Imagem: Reprodução/Paramount Pictures)

Outro detalhe bastante curioso em relação à adaptação de 2013 de O Grande Gatsby é a sintonia que ele tem com a adaptação de 1974, que teve direção de Jack Clayton e teve o ator Robert Redford no papel de Gatsby, Sam Waterston no de Nick Carraway e Mia Farrow no de Daisy Buchanan.

Isso porque tanto a adaptação de 2013 quanto a de 1974 ganharam dois Oscars. E não apenas isso: os dois ganharam um Oscar na categoria de melhor figurino!

Opções para o papel de Tom Buchanan

Joel Edgerton como Tom Buchanan em O Grande Gatsby (Imagem: Reprodução/Warner Bros. Pictures)
Joel Edgerton como Tom Buchanan em O Grande Gatsby (Imagem: Reprodução/Warner Bros. Pictures)

Antes de o ator australiano Joel Edgerton ser escalado para o papel de Tom Buchanan, diversos outros nomes foram levados em consideração. O ator Ben Affleck até mesmo chegou a ser escalado, mas abandonou o papel por estar envolvido em outros projetos na época. Além dele, outros dois nomes foram considerados: os de Bradley Cooper e de Luke Evans.

Desperdício de água

De acordo com Tom Breen, proprietário do local em que grande parte do filme foi gravada, a equipe de produção comprou 100,000 litros de água para gravar a cena em que Daisy é convidada para um chá. Isso porque, de acordo com um guru meteorológico que o diretor do filme, Baz Luhrmann, contratou, não ia chover tão cedo em New South Wales.





No primeiro dia das filmagens, o clima realmente estava ótimo. Entretanto, o guru errou feio na previsão e choveu por três dias seguidos depois da encomenda de 100 mil litros d’água.

“Old Sport”

Ao longo do filme, a expressão “old sport” foi falada nada mais nada menos que 55 vezes. Das 55 vezes, 51 foram proferidas por Leonardo DiCaprio, que interpretou no filme o papel de Gatsby. A expressão também aparece no romance de F. Scott Fitzgerald.

Não há uma tradução precisa para o termo em português. Entretanto, ela é uma gíria antiga para “amigo”, se referindo a uma pessoa, geralmente do sexo masculino, que gosta de levar uma vida nos moldes antigos, especialmente em relação aos interesses por dinheiro e riquezas, como nos velhos tempos do Sonho Americano.

 

E aí, gostou dessas 8 curiosidades sobre o filme O Grande Gatsby? De qual gostou mais? Conhece mais alguma além das mencionada na lista? Pois conta para a gente aí nos comentários!





Além disso, não se esqueça de ficar sempre ligado(a) aqui no Sobre Sagas para mais matérias exclusivas como essa — e de nos seguir nas redes sociais!

Fonte: IMDB

Redator e revisor da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês pela PUCPR. Tem experiência com redação e revisão de textos para Web. Gosta de poesia, literatura, cinema, televisão e gatos.

Deixe seu comentário