Lista | 5 filmes nacionais de comédia para assistir na quarentena

Está tentando livrar a mente das preocupações causadas pela pandemia? Pois confira nossa seleção de 5 filmes nacionais de comédia para assistir agora mesmo!

Publicidade

Publicidade

Confira nossa seleção de 5 filmes nacionais de comédia

Durante a atual pandemia de Covid-19, muitas pessoas estão recorrendo a filmes, séries e novelas para livrar a mente das preocupações e medos trazidos pela situação em que o país e o mundo se encontram.  Pensando nisso, o Sobre Sagas preparou esta lista com 5 filmes nacionais de comédia para você assistir na quarentena!

Confira a seguir a nossa seleção de filmes nacionais de comédia, novos e antigos, para você assistir hoje mesmo!

5 – Cabras da Peste

À esquerda, Edmilson Filho como Bruceuilis; à direita, Matheus Nachtergaele como Trindade (Imagem: Reprodução/Netflix)
À esquerda, Edmilson Filho como Bruceuilis; à direita, Matheus Nachtergaele como Trindade (Imagem: Reprodução/Netflix)
Publicidade

Começamos a lista de filmes nacionais de comédia com um lançamento bastante recente: Cabras da Peste, uma produção original da Netflix que parodia o gênero fílmico “buddy cop“, que envolve duas pessoas, de personalidades diferentes, trabalhando juntas a fim de solucionar um determinado problema.

Publicidade

Em Cabras da Peste, acompanhamos o policial Bruceuilis (Edmilson Filho), um nome que faz clara referência ao do ator americano Bruce Willis, que parte do Ceará a São Paulo a fim de resgatar uma cabra famosa, considerada símbolo de sua cidade.

Publicidade

Publicidade

Em São Paulo, Bruceuilis acaba conhecendo Trindade (Matheus Nachtergaele), um escrivão da polícia que resolve abandonar a vida burocrática da corporação a fim de ajudar o novo amigo na missão de resgatar a cabra, mesmo tendo pouquíssima experiência com operações em campo.

4 – Os Normais – O Filme

O elenco de Os Normais - O Filme (Imagem: Reprodução/Globo Filmes)
O elenco de Os Normais – O Filme (Imagem: Reprodução/Globo Filmes)

Lançado em 2003, Os Normais – O FIlme, como o nome sugere, é uma versão em longa-metragem da série de televisão Os Normais, exibida entre 2001 e 2003 na Rede Globo. O melhor é que você não precisa ter assistido à série para aproveitar o filme!

Em Os Normais – O Filme, descobrimos como Vani (Fernanda Torres) e Rui (Luiz Fernando Guimarães) se conheceram, depois de duas tentativas fracassadas de casamento. O filme começa com os dois acordando em um cais do Rio de Janeiro e, depois de um tempo, voltando à Igreja onde se casaram horas antes a fim de anular o casamento. Mas, para a surpresa do padre, não o casamento entre eles: os casamentos que fizeram com outros parceiros no passado!

Com isso, descobrimos, a partir de flashbacks, como Vani e Rui se conheceram, além de como os dois foram enganados pelos seus respectivos parceiros, Sérgio (Evandro Mesquita) e Marta (Marisa Orth). Se você já é fã de Os Normais, certamente vai gostar do filme. Caso não seja, também vai aproveitar bastante, pois o filme entrega excelentes momentos de comédia e pode servir como uma porta de entrada ao universo da franquia!

3 – O Palhaço

Selton Mello em O Palhaço (Imagem: Reprodução/Globo FIlmes)
Selton Mello em O Palhaço (Imagem: Reprodução/Globo FIlmes)

Já o filme O Palhaço, dirigido e estrelado por Selton Mello, mistura elementos de comédia e drama, num balanço muito bem executado. Nele, seguimos os passos de Benjamin (Selton Mello) e de seu pai, Valdemar (Paulo José), que trabalham como palhaços em seu próprio circo.

Publicidade

Publicidade

O Palhaço é ambientado na década de 70 e mostra o drama de pai e filho após Benjamin, bastante frustrado e passando por uma crise existencial, decidir abandonar a carreira de palhaço para buscar uma vida melhor em outra cidade. Isso deixa não só o seu pai bastante triste, mas também os amigos de picadeiro de Benjamin: a mulher que cospe fogo Lola (Giselle Mota), os irmãos Lorotta (Álamo Facó e Hossen Minussi), Dona Zaira (Teuda Barra) etc.

Apesar do tom de drama, o filme tem momentos bastante engraçados, justificando a sua classificação como filme de comédia. Ele certamente vai tirar boas risadas de você!

2 – O Auto da Compadecida

À esquerda, Selton Mello como Chicó; à direita, Matheus Nachtergaele como João Grilo (Imagem: Reprodução/Columbia Tristar)
À esquerda, Selton Mello como Chicó; à direita, Matheus Nachtergaele como João Grilo (Imagem: Reprodução/Columbia Tristar)

Considerado por muitos não só como o melhor filme nacional de comédia, mas também como o melhor filme brasileiro de todos os tempos, O Auto da Compadecida é uma adaptação em minissérie transformada em filme da peça Auto da Compadecida, do dramaturgo brasileiro Ariano Suassuna, falecido em 2014.

Nele, acompanhamos as confusões de Chicó (Selton Mello) e João Grilo (Matheus Nachtergaele), no início dos anos 30, na cidade de Taperoá, Paraíba. Bastante pobres, Chicó e João Grilo estão sempre em busca de formas de conseguir dinheiro. E isso inclui, por exemplo, armar um enterro de uma cachorra em latim, confrontar o temido Major Antônio Morais (Paulo Goulart) pela mão de sua filha, Rosinha (Virginia Cavendish), e, quando a situação esquenta, tentar enganar o temido cangaceiro Severino de Aracaju (Marco Nanini).

Mais do que isso, O Auto da Compadecida retrata o drama das famílias nordestinas, inspirando-se na cultura da região, em contos folclóricos e em elementos religiosos. O filme também inclui alguns arcos de outras duas peças de Ariano Suassuna: O Santo e a Porca Torturas de Um Coração.

1 – Minha Mãe É Uma Peça

Paulo Gustavo em Minha Mãe É Uma Peça 2
Paulo Gustavo em Minha Mãe É Uma Peça 2 (Imagem: Reprodução/Globo Filmes)
Publicidade

Publicidade

Não há filme melhor para se colocar na primeira posição da lista de filmes nacionais de comédia para ver na quarentena que não os da franquia Minha Mãe É Uma Peça. Isso porque eles foram roteirizados e estrelados pelo gênio da comédia brasileira, Paulo Gustavo, que faleceu recentemente, em 04 de maio de 2021, vítima justamente do Covid-19.

Além disso, a estreia do primeiro filme completa hoje, dia 21 de junho de 2021, exatos 8 anos! Ela aconteceu em 21 de junho de 2013 e teve uma boa recepção por parte do público, o que possibilitou outros dois filmes: Minha Mãe É Uma Peça 2 (2016) e Minha Mãe É Uma Peça 3 (2019).

Em todos os filmes, seguimos Hermínia Amaral (Paulo Gustavo), uma dona de casa e ao mesmo tempo mãe coruja que não consegue desgrudar dos filhos, mesmo eles já sendo adultos. No primeiro filme, vemos Hermínia, magoada por ser considerada chata pelos filhos, indo para a casa da Tia Zélia (Suely Franco) sem avisar ninguém.

No segundo filme, Hermínia Amaral agora é uma famosa e respeitada apresentadora de televisão, mas ainda assim precisa lidar com os dramas familiares, pois os filhos, Juliano (Rodrigo Pandolfo) e Marcelina (Maxiana Xavier), estão querendo sair de casa.

Por fim, o terceiro filme também explora os laços familiares entre Hermínia e seus filhos. Isso porque Marcelina está grávida e Juliano está planejando seu casamento. Porém, Carlos Alberto (Herson Capri), ex-marido de Hermínia, se muda para apartamento do lado e incendeia ainda mais as coisas.

Publicidade

Publicidade

 

E aí, gostou da lista de filmes nacionais de comédia para assistir na quarentena? Sentiu falta de algum título na lista? Pois conta para a gente aí nos comentários! Além disso, fique sempre ligado(a) aqui no Sobre Sagas para mais listas, matérias e notícias sobre suas séries e filmes favoritos!

Fonte: IMDB

Redator e revisor da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês pela PUCPR. Tem experiência com redação e revisão de textos para Web. Gosta de poesia, literatura, cinema, televisão e gatos.

Deixe seu comentário