THE CROWN | Para Helena Bonham Carter, é “dever moral” da série alertar sobre ficção

Atriz faz coro ao Secretário de Cultura do Reino Unido, que pediu para a Netflix alertar que "The Crown" é uma obra de ficção.



As polêmicas que rodeiam o enredo e a produção da 4ª temporada de The Crown não param (o que é ótimo, pois mantêm a série em alta). Nessa semana, o Secretário de Cultura do Reino Unido pediu à Netflix que alerte seus usuários que a série é uma ficção. Após a notícia repercutir bastante no país, a atriz britânica Helena Bonham Carter (Harry Potter, Os Miseráveis), que vive a Princesa Margaret no drama, se pronunciou sobre o assunto no podcast oficial da série:

“É dramatizado. Eu sinto muito, porque eu acredito que nós temos o dever moral de dizer ‘Espera aí pessoal… isso não é um drama-doc [documentário dramático], nós estamos fazendo drama’. Então, são duas entidades diferentes”.

Dessa forma, a atriz fez coro à opinião de Oliver Dowden, secretário de Culturao, que disse em entrevista ao The Daily Mail: “É uma linda produção de ficção, então assim como outras produções para a TV, a Netflix deveria deixar bem claro que é só isso, no início. Sem isso, temo que uma geração de espectadores que não viveram durante estes eventos confundam ficção com realidade”.

Helena Bonham Carter | Atriz já chegou a conhecer pessoalmente a Rainha Elizabeth
Helena Bonham Carter | Atriz já chegou a conhecer pessoalmente a Rainha Elizabeth


CONFIRA Também:
THE CROWN | O que a Família Real britânica achou da 4ª temporada?



A repercussão dos assuntos abordados na quarta temporada têm sido o principal motivo para a preocupação em alertar sobre o drama, já que as três ultimas temporadas não relataram temas tão polêmicos e recentes no imaginário do povo britânico.

Sobre a 4ª temporada de The Crown





A 4ª temporada de The Crown se passa durante os anos 70 e 80, onde a Rainha Elizabeth passa a dividir o protagonismo com dois novos núcleos: Margaret Thatcher, líder nacionalista que lidera o país na Guerra das Malvinas contra a Argentina, e o casamento do Príncipe Charles e Diana Spencer. Confira o trailer dos novos episódios:

Por se tratar de assuntos mais recentes que os das demais temporadas, que abordaram os acontecimentos dos anos 40 aos 70, a série têm exercido influência direta na popularidade da Família Real.  Omid Scobie, escritor e co-autor da biografia Finding Freedom (Procurando Liberdade), de Megan Markle, disse na última semana: “Existem preocupações reais vindas do palácio, que as pessoas que assistiram a 4ª temporada de The Crown levem tudo ao pé da letra. O Príncipe Charles e Camila são um casal que gastaram décadas tentando reparar suas imagens, e no exato momento em que estão ganhando popularidade no Reino Unido, aparece esse grande risco”.

Além do pedido de alerta, os ataques e críticas feito pelo público ao Principe Charles e Camila Parker-Bowles levaram o casal à desativar as respostas do twitter oficial, também na última semana. O próprio Príncipe William, terceiro na linha de sucessão ao trono britânico, saiu em defesa dos pais (Charles e Diana), alegando que a Netflix estaria transformando a imagens deles “por dinheiro“.

Na temporada, continuam no elenco os atores Olivia Colman (Rainha Elizabeth), Josh O’Connor (Príncipe Charles), Helena Bonham Carter (Princesa Margaret), Tobias Menzes (Príncipe Phillip), Emerald Fennell (Camila Bowles-Parker) e Erin Doherty (Princesa Anne). Dessa vez, juntam-se à eles as atrizes Ema Corrin (Princesa Diana) e Gillian Anderson (Margaret Thatcher).





Os dez novos episódios da série a colocaram nos rankings de drama mais populares da última semana, como pode ser conferido aqui. Todos eles estão disponíveis na Netflix.

 

 

Arquiteto e Urbanista pós-graduando em Cenografia. Editor-Chefe e administrador do Sobre Sagas desde 2013. Apaixonado por adaptações cinematográficas, especialmente de fantasia.
FacebookInstagramLinkedin

Deixe seu comentário