Atriz demitida de “O Mandaloriano” processa Disney e Lucas Film

Atriz demitida de O Mandaloriano processa Disney e Lucas Film

A atriz Gina Carano, de “O Mandaloriano“, entrou com um processo judicial contra a Disney e a Lucasfilm alegando discriminação e demissão injusta (via Hollywood Reporter). Carano afirma que seu afastamento se deu devido a postagens em suas redes sociais expressando opiniões políticas conservadoras.

O motivo principal para sua demissão foi uma comparação controversa feita por Carano entre republicanos nos Estados Unidos e judeus durante o Holocausto, o que gerou uma reação negativa intensa nas redes sociais.

Além disso, a atriz também havia compartilhado conteúdo polêmico no passado, como piadas sobre o uso de máscaras durante a pandemia de COVID-19 e questionamentos sobre fraude na eleição presidencial americana de 2020, sem apresentar provas.

No processo, Carano busca uma ordem judicial para ser reintegrada ao elenco da série e uma indenização mínima de $75.000, além de danos punitivos.

Ela alega ter sido vítima de assédio e difamação por parte da Disney e Lucasfilm, e menciona um tratamento diferenciado dado a colegas masculinos, citando o ator Pedro Pascal, que fez comentários comparando o governo Trump ao nazismo sem sofrer consequências semelhantes por parte das empresas.

Antes de ser demitida, Carano se recusou a participar de uma reunião com representantes da Gay & Lesbian Alliance Against Discrimination a pedido da Disney, assim como de uma reunião com a presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy, e outros 45 funcionários LGBTQ+.

Após a demissão, a atriz afirma ter sido alvo de uma “campanha de difamação pós-demissão”, incluindo a exclusão de sua participação em outro programa da empresa.

Elon Musk, por meio de sua plataforma X, se comprometeu a financiar as despesas legais de Carano. Um porta-voz da empresa confirmou o apoio financeiro e reiterou a posição de Musk em relação a uma suposta “liberdade de expressão”.

Alexandre Garcia PeresEditor do Sobre Sagas e Analista de SEO da WebGo/Content. Raramente ri com filmes e prefere muito mais um dramão. Sempre conta os dias pelos próximos filmes do Tarantino, da Pixar e do Studio Ghibli e frequentemente reassiste os mesmos filmes na dúvida do que assistir. Pela formação em Letras, tem pavor de adaptações ruins de livros e sente um leve prazer ao assistir filmes muito ruins, especialmente os que passam na TV aberta. No tempo livre, gosta de tocar violão/guitarra, jogar videogame e brincar com um dos seus 12 gatos.
FacebookLinkedin
Fechar