Este drama alemão é um dos melhores lançamentos recentes da Netflix

Há alguns dias a Netflix lançou o drama alemão “Batalha Bilionária: O Caso Google Earth” que desde então tem recebido uma enxurrada de críticas positivas, tanto do público quanto de especialistas. Mas afinal, o que essa série tem de diferentes?

Produções alemãs começaram a cair nas graças do público depois do estrondoso sucesso da série “Dark” da Netflix. Com isso, várias portas se abriram, e ótimas produções como “O Caso Google Earth” tiveram a chance de também se tornar populares.

Além disso, tramas envolvendo batalhas judiciais de grandes empresas, conhecidas no mundo todo, acabam inspirando um interesse próprio. Filmes como “A Rede Social”,“Fome de Poder” , entre outros, são a maior prova de que o público adora ver o “fogo no parquinho” de indústrias bilionárias, porém, em “O Caso Google Earth”, a história é contada de outra perspectiva.

Veja a seguir alguns motivos para a nova minissérie alemã da Netflix estar sendo tão bem avaliada.

Sobre “Batalha Bilionária: O Caso Google Earth”

A minissérie “Batalha Bilionária: O Caso Google Earth” acompanha a batalha judicial movida por Carsten Schlüter Juri Müller a partir de 2014 sobre a alegação de um roubo de patente por parte do Google.

Na Alemanha de 1993, o jovem artista digital Cartens Schlüter e o hacker Juri Müller acabam se conhecendo e iniciando um trabalho audacioso por meio de gráficos pré-estabelecidos do globo terrestre.

Acreditando que podem estar prestes a criar uma tecnologia inovadora, ambos saem atrás de financiamento para seu projeto que acaba encontrando apoio de uma grande empresa, porém, sob condições extremas.

Anos depois, o software desenvolvido pela equipe acaba se tornando o estopim de um caso judicial que acusa uma das maiores empresas de tecnologia do mundo.

Motivos para assistir “Batalha Bilionária: O Caso Google Earth” na Netflix

Existem alguns bons motivos para as pessoas estarem gostando tanto de “O Caso Google Earth”. Confira a seguir as razões do porquê você também deveria dar uma chance para a série.

Inspirado em uma História Real

Apesar de você provavelmente já ter constatado isso, “Batalha Bilionária: O Caso Google Earth” é sim inspirado em uma história real.

No caso, a batalha judicial aconteceu entre a empresa ART+Com e o Google em meados de 2014, quando a empresa alemã acusou a gigante de tecnologia de ter roubado o código de programação de seu software Terravision 1994 e utilizado-o indevidamente para criar o famoso Google Earth.

Na minissérie acompanhamos todos os desdobramentos judiciais de forma aprofundada até o seu desfecho.

A visão do lado mais fraco

Histórias sobre invenções tecnológicas que mudaram o mundo são sempre interessantes de se acompanhar, no entanto, a maioria delas tem algo em comum: a perspectiva do processo de invenção ou judicial é quase sempre de quem foi bem-sucedido em seu objetivo.

É justamente nesse ponto que “Batalha Bilionária: O Caso Google Earth” se diferencia.

Segundo depoimento dos próprios criadores da série, Oliver Ziegenbalg e Robert Thalheim, a ideia de ambos era contar a história das personas mais fracas em uma batalha com uma grande empresa.

Com isso, o tempo todo o clima da série é o de uma batalha no estilo “David vs Golias”, onde os acusadores se veem em uma luta com pouquíssimos fatores a seu favor, em vista de seu adversário cheio de poder.

O dinheiro é quem manda

A visão de que mesmo uma empresa tão respeitada pelo seu investimento em novos talentos e na criatividade como o Google, também opera com o único objetivo de obter lucro, acaba desconstruindo a visão benevolente que muitos tem sobre a empresa.

Isso já havia sido feito antes em “A Rede Social”“Jobs”, que deixam muito claro o quanto Zuckerberg Steve Jobs são (eram) pessoas ruins e quanto visam apenas o lucro. Porém, com o holofote da série sobre o Google, fica muito claro que esse modus operandis de grandes empresas são mesmo a regra, não a exceção.

Mais que apenas contar a história de dois profissionais que foram roubados e prejudicados por uma grande corporação, “Batalha Bilionária: O Caso Google Earth” se apresenta como uma visão mais crua de como casos como esse são mais comuns do que parecem.

Recepção da Crítica

batalha bilionária o caso google earth

Apesar de não ser o único, um dos parâmetros que ditam se uma produção vale ou não a pena ser vista, é a opinião da crítica, certo?

Pois bem, mesmo tendo sido lançada a tão pouco tempo, a minissérie alemã tem feito bonito em relação às opiniões que tem recebido.

Até o momento ela possui 8.2 de aprovação no IMDb, e avaliação popular de 100% no site do Rotten Tomatoes, grandes notas considerando as pontuações médias desses sites.

CONFIRA Também:

Este novo dorama da Netflix está conquistando os assinantes

E você, gosta de histórias baseadas em histórias reais? Quando assistir “Batalha Bilionária: O Caso Google Earth” na Netflixnão deixe de vir comentar sua opinião sobre a minissérie, ok?

Aline ResendeFormada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura. Trabalha na área de comunicação como Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para materiais em vídeo. Pseudo-cinéfila e apaixonada por todo universo Geek.
Instagram
Fechar