Curiosidades incríveis (e sombrias) sobre Hazbin Hotel

Curiosidades incríveis (e sombrias) sobre Hazbin Hotel
  1. Alastor tem uma estética ligada ao rádio e sua origem na animação é definida pela sua natureza sulista e suas ações sinistras como ex-assassino em série. Seu fim em 1933 é desconhecido, gerando teorias de fãs, uma das quais sugere que ele foi morto por engano, confundido com um cervo, o que se relaciona com sua aparência de chifres e uma marca em forma de X que aparece em seu rosto durante o uso de seus poderes.
  2. Angel Dust escolheu seu nome a partir da droga fenciclidina de mesmo nome, que também o levou à morte por overdose. Seu nome de nascença é Anthony, conforme mostrado em seu contrato exibido no quarto episódio.
  3. Os fãs da série podem encontrar um webcomic prequel no site oficial, que oferece uma retrospectiva sobre a vida de Angel Dust e os eventos que o levaram até o Happy Hotel. As informações reveladas incluem o sobrenome da personagem Charlie e a carreira adulta de Angel.
  4. A data de estreia de “Hazbin Hotel” em 28 de outubro coincide com o aniversário da criadora Vivienne Medrano.
  5. Alastor apresenta marcas de cascos de cervo nas solas de seus sapatos, reforçando ainda mais a conexão temática com o personagem.
  6. O nome “Alastor” tem raízes gregas e significa “espírito de vingança“, refletindo o papel e a natureza do personagem na animação.
  7. O personagem Husk foi inspirado em um desenho feito por Maritza Medrano, irmã da criadora da série.
  8. A personagem Mimzy recebeu seu nome a partir das palavras “miserable” (miserável) e “flimsy” (frágil) do léxico de Lewis Carroll.
  9. Inicialmente, a série era conhecida como “People Like Us” antes de ser intitulada “Hazbin Hotel”.
  10. Invasor Zim, As terríveis Aventuras de Billy e Mandy, Bojack Horseman e South Park são alguns dos desenhos que inspiraram a criadora de Hazbin Hotel.

Alexandre Garcia PeresEditor do Sobre Sagas e Analista de SEO da WebGo/Content. Raramente ri com filmes e prefere muito mais um dramão. Sempre conta os dias pelos próximos filmes do Tarantino, da Pixar e do Studio Ghibli e frequentemente reassiste os mesmos filmes na dúvida do que assistir. Pela formação em Letras, tem pavor de adaptações ruins de livros e sente um leve prazer ao assistir filmes muito ruins, especialmente os que passam na TV aberta. No tempo livre, gosta de tocar violão/guitarra, jogar videogame e brincar com um dos seus 12 gatos.
FacebookLinkedin
Fechar