A Barraca do Beijo 3 | Crítica: Com arcos mais bem definidos, Netflix acerta em 3° filme da franquia

"A Barraca do Beijo 3" estreia amanhã na Netflix, mas o Sobre Sagas já assistiu ao filme e compartilhamos o nosso veredito com vocês!

Publicidade

Publicidade

A Barraca do Beijo 3

Após mais de três anos do lançamento do primeiro filme da franquia “A Barraca do Beijo“, a Netflix irá lançar amanhã (11) o último volume da trilogia, que foi escrita e dirigida por Vince Marcello com base no livro de mesmo nome da autora britânica Beth Reekles, publicado pela primeira vez em 2012.

Para que possamos compartilhar nosso veredito oficial com nossos leitores, a Netflix disponibilizou a íntegra do filme para o Sobre Sagas, e agora, que faltam poucas horas para o a estreia do longa, podemos estabelecer com clareza que A Barraca do Beijo 3″ é o melhor filme da franquia, que já foi assistida por mais de 66 milhões de domicílios que assinam a plataforma de streaming. 

Publicidade

A evolução da trama principal, apesar de ser algo já esperado por quem leu o romance, se apresenta como uma surpresa para os fãs do título, já que os dois últimos volumes da franquia foram gravados em continuidade, sem pausas entre o 2° e o 3° ano. Foi essa estratégia, inclusive, que possibilitou que todo o elenco principal retorne para a finalização da franquia, que foi gravada na África do Sul ainda em 2019.

Publicidade

A Barraca do Beijo 4
A Barraca do Beijo: 3° filme da franquia foi gravado na continuidade do 2° (Imagem: Divulgação/Netflix).

Aqui, entretanto, vale destacar um ponto importante: os dois primeiros filmes da franquia, disponibilizados em 2018 e 2020, não tiveram boa recepção por parte considerável da crítica especializada. Em nosso veredito, entretanto, buscamos embasar nossas opiniões não apenas em critérios técnicos – onde o o filme acaba deixando a desejar em alguns pontos – mas também em questões mais simbólicas, levando em consideração qual era o público-alvo do filme e, acima de tudo, qual é o real objetivo que levou à sua produção.

Publicidade

Publicidade

Em termos de enredo, a Netflix deixou bem claro que o objetivo central do filme é fazer com que Elle escolha, pela última vez, se quer passar os próximos anos de sua vida com seu melhor amigo de infância, Lee, ou seu namorado, Noah. E é necessariamente neste ponto que a plataforma de streaming  faz seu maior acerto: a trama do filme não entrega essa resposta com facilidade, alguns conflitos plantados durante o desenvolvimento deixam o espectador em dúvida sobre qual será a escolha da personagem.

O acerto maior desta questão, entretanto, está exatamente no terceiro arco do filme, quando [ALERTA DE SPOILER] Elle percebe que a chave para seu destino não está com seu melhor amigo ou namorado, e sim com ela mesma. Essa visão, reforçada para a personagem através de um diálogo com a Sra. Flynn, faz Elle notar que ao vincular sua escolha entre os dois, ela acabou ignorando o que realmente mais importa: o seu destino quanto indivíduo [FIM DO SPOILER].

A Barraca do Beijo 3: conversa de Elle com Sra. Flynn é determinante para o filme (Imagem: Divulgação/Netflix).

Por se tratar de um drama de verão adolescente, todos os elementos comuns aos filmes desse gênero marcam presença em “A Barraca do Beijo 3”: festas na piscina, jogos de praia, diversão em família, emprego de férias e muita música pop são elementos que embalam o desenvolvimento de forma leve e descontraída. Ao melhor estilo de Elle Lee, uma nova lista de infância acrescenta mais diversão ao filme.

O desafio de não pesar muito o filme nas decisões futuras de Elle é realizado através de uma edição que, apesar de manter o ritmo leve, acaba deixando o filme um pouco “abreviado” demais. Mesmo que o lado mais impetuoso de adolescentes possa ser utilizado como justificativa para isso, alguns diálogos e conclusões importantes – [SPOILER] como o que justifica o término entre Elle Noah [SPOILER] – mereciam um destaque e um tempo de compreensão maiores do que foi realmente apresentado.

Por fim, o longa apresenta um epílogo que acaba remediando um pouco os caminhos árduos que os personagens optaram por seguir. É como se no final de uma longa jornada, tudo voltasse ao mesmo espaço e estilo como tudo começou, e é dessa forma que “A Barraca do Beijo 3” entrega um final satisfatório que, apesar de erros e clichês, encerra bem história e atende as demandas do público para qual os três filmes foram pensados.

Veredito de A Barraca do Beijo 3

Assista ao trailer de “A Barraca do Beijo 3”:

Publicidade

Publicidade

CONFIRA Também:
As Crônicas de Nárnia | Insider confirma que projeto continua em desenvolvimento pela Netflix

Assim que assistir ao filme, compartilhe seu veredito conosco em nossas redes sociais, e fiquem ligados aqui no Sobre Sagas para mais informações sobre o longa e todas as produções originais da Netflix!

Arquiteto e Urbanista pós-graduando em Cenografia. Editor-Chefe e administrador do Sobre Sagas desde 2013. Apaixonado por adaptações cinematográficas, especialmente de fantasia.
FacebookInstagramLinkedin

2 comentários

  • Eu adorei a barraca do beijo 3 é o melhor filme, não que o 1 é o 2 fosse ruim mais o 3 foi maravilhoso, ate que enfim a Ellen cresceu e tomou suas próprias decisões adorei esse filme.

  • Eu fiquei triste com a final pensei que a Elle eria terminar com o noah esperei tanto pra vê esse final afff

Deixe seu comentário