Baby Bandito, Nova Série Latina da Netflix Conta História de Amor, Crimes e Loucura

Baby Bandito, Nova Série Latina da Netflix Conta História de Amor, Crimes e Loucura
  • “Baby Bandito” é a nova série chilena da Netflix que entrelaça amor, crime e aventuras audaciosas.
  • A trama é inspirada no evento real conhecido como o “roubo do século”.
  • A série mescla drama romântico e suspense

A Netflix aposta em mais uma produção latina com a chegada de “Baby Bandito“, a nova série chilena que conta uma história envolvente de amor, crimes e aventuras audaciosas.

Chegando ao catálogo dia 31 de janeiro de 2024, a trama é inspirada em um evento real conhecido como o “roubo do século”, onde o impressionante valor de US$10 milhões foi roubado de um carro-forte no Aeroporto Arturo Merino Benítez em Santiago, no ano de 2014.

A história gira em torno de Kevin, interpretado por Nicolás Contreras, um skatista que se apaixona intensamente pela rica Génesis, vivida por Francisca Armstrong. Movido por uma paixão avassaladora e pelo desejo de liberdade, Kevin decide planejar um arriscado esquema para roubar uma grande quantia de dinheiro da gangue de criminosos notórios conhecida como “Os Carniceiros“.

“Baby Bandito” promete cativar a audiência com um enredo que mescla drama romântico e suspense. O jovem casal protagoniza um audacioso assalto repleto de adrenalina e risco, enquanto busca uma emocionante fuga em busca de amor e uma vida longe das correntes da normalidade.

Além dos protagonistas, o elenco inclui nomes como Pablo Macaya, no papel de Pantera, Carmen Zabala como Mística e Lukas Vergara como Panda. Através de suas atuações, somadas às performances de Mario Horton, Marcelo Alonso e Mauricio Pesutic, a narrativa ganha autenticidade e tensão.

Composta por oito episódios em sua primeira temporada, “Baby Bandito” apresenta uma trama dinâmica com cenas de alta tensão.

A série chega exclusivamente à Netflix com a promessa de se tornar uma narrativa que mistura amor transgressor e fascínio pelo perigo, mostrando como as linhas entre o certo e o errado podem ser difusas quando moldadas pelo desejo e pela loucura.

Alexandre Garcia PeresEditor do Sobre Sagas e Analista de SEO da WebGo/Content. Raramente ri com filmes e prefere muito mais um dramão. Sempre conta os dias pelos próximos filmes do Tarantino, da Pixar e do Studio Ghibli e frequentemente reassiste os mesmos filmes na dúvida do que assistir. Pela formação em Letras, tem pavor de adaptações ruins de livros e sente um leve prazer ao assistir filmes muito ruins, especialmente os que passam na TV aberta. No tempo livre, gosta de tocar violão/guitarra, jogar videogame e brincar com um dos seus 12 gatos.
FacebookLinkedin
Fechar