CIDADE INVISÍVEL | Alessandra Negrini responde a perguntas sobre a série e seu personagem

Atriz que interpreta a personagem Cuca em Cidade Invisível respondeu algumas perguntas e curiosidades sobre a série. Confira:

Lançada no dia 5 de fevereiro na Netflix, a série brasileira “Cidade Invisível” do diretor Carlos Saldanha continua ocupando um lugar no TOP 10 nacional do serviço de streaming. O drama é baseado em uma história desenvolvida por Raphael Draccon e Carolina Munhóz, ambos autores de best-sellers e roteiristas da série.

Alessandra Negrini, atriz que interpreta a personagem Cuca, criou uma caixa de perguntas no seu Instagram cujo assunto era “Vamos falar de Cidade Invisível? Mande aqui!”, deixando disponível para os fãs da série enviarem perguntas sobre sua personagem, sobre o futuro da série, outros personagens, curiosidades da mesma e até elogios sobre sua personagem.

Cuca em Cidade Invisível
Cuca em “Cidade Invisível”, série da Netflix dirigida por Carlos Saldanha.

Confira algumas curiosidades e respostas da atriz sobre Cidade Invisível (alerta de spoiler nas perguntas, se você ainda não terminou de assistir a temporada, aguarde um pouquinho para conferir a noticia).

1 – Um fã questionou se haverá uma segunda temporada, a atriz respondeu:

“Torcendo, mas acho que sim, mas nada oficial ainda.”

Lembrando, que recentemente um dos diretores da série afirmou que as gravações da segunda temporada começariam ainda este ano. Confira a notícia publicada pelo Sobre Sagas.

2 – Qual cena em Cidade Invisível você mais gostou de gravar?

“Eu gostei de gravar as cenas de transformação em que eu virava borboleta.”

3 – Como foi fazer a cena do “nana neném”?

“Acho que essa cena é uma das cenas que eu mais gosto, foi muito legal porque dá um pouco de medo, até mesmo quando você está gravando a cena.”

4 – Você gostou do seu personagem?

“Claro, a Cuca (personagem de Cidade Invisível) é super interessante, cheia de nuances e sabe sobre os medos, os medos mais secretos e isso é lindo.”

5 – Como você reagiu ao descobrir que metade do Brasil está torcendo pra Cuca “vir pegar” após a sua atuação?

“Eu to muito feliz com esse amor todo, com esses memes engraçadíssimos que eu ando recebendo e eu só tenho a agradecer a vocês, muito obrigada.”

6 – O olho branco dos personagens era lente ou era algum tipo de efeito?

“Efeito? Que nada! Era lente, eu não usei, mas parece que era bem ruim o uso.”

7 – Você esperava todo esse sucesso da série?

“A gente torce até o final, nos esforçamos, defendemos com muito amor o trabalho, esse trabalho de equipe e nunca sabemos no que vai dar, a gente aposta, tem uma impressão né.”

8 – Qual a sensação de gravar sobre a cultura brasileira e ver a série Cidade Invisível fazendo sucesso no exterior?

“Isso foi uma das coisas mais legais desse trabalho, falar da nossa cultura, das nossas raízes e fazer sucesso na “gringa” infla a gente de orgulho, não só com a gente (elenco), mas com todos nós.”

9 – Alguma chance do personagem Saci voltar na segunda temporada?

“Pelo amor! Queremos o Saci de volta, não acreditei que ele iria morrer, mas não sei não, viu? Estou achando que ele volta, palpite tá?”

10 – Como você se sente por levar entretenimento positivo num momento tão tenso?

“Me sinto feliz, me sinto recompensada pela minha função de artista e atriz em levar alguma coisa de bom para as pessoas e para o coletivo.”

11 – Qual é o significado das borboletas para o seu personagem?

“Penso que represente o inconsciente, o mágico, o que não sabemos explicar. As borboletas possuem um encanto diferente.”

12 – De onde veio a idéia/referência de usar a borboleta como símbolo para a Cuca ao invés do jacaré?

“Segundo consta, a Cuca tem o poder de virar vários animais, para o Monteiro Lobato foi o jacaré, já para Carlos Saldanha (diretor de Cidade Invisível) é a “brabuleta” e acho que me dei bem nessa.”

13 – Existe alguma chance do personagem do Boto voltar para a 2ª temporada?

“Até eu me apaixonei pelo Boto, volta Boto!”

14 – Se houver uma próxima temporada, existem chances de aparecer mais entidades do Folclore Brasileiro?

“Não tenho dúvidas sobre isso, aliás, vocês poderiam começar a sugerir para a Netflix que entidades vocês gostariam de ver, né?”

15 – O que você acha de “rolar algo” entre Márcia e Inês (Cuca)?

“Acho que a Cuca pega geral, é uma borboleta né? Sabe como é!”

16 – Antes de ver todo o amor e memes dos fãs, você teve medo de não agradar em algo?

“A gente tem que trabalhar com o sim, criar é um gesto afirmativo. A tensão e o risco que se corre ao inventarmos o que não existe produz beleza.” 

Por fim, Alessandra Negrini agradeceu a interação dos fãs e prometeu voltar com a caixinha de perguntas para responder mais novidades de Cidade Invisível em breve. A atriz concluiu suas perguntas pedindo para o público assistir seu espetáculo que estreia em breve e online, cujo nome é “A Árvore”. Confira a personagem:

"Só pra dar uma palinha de A, meu proximo personagem de A Árvore. Teatro online, ou peça filme., como queiram. Estreia dia 26 . Logo explico mais. Um beijo e boa noite."
“Só pra dar uma palinha de A, meu proximo personagem de A Árvore. Teatro online, ou peça filme., como queiram. Estreia dia 26 . Logo explico mais. Um beijo e boa noite.” disse a atriz em seu Instagram.

Cidade Invisível conta a história do detetive Eric (Marco Pigossi), cuja esposa desaparece após comemorações em uma festa junina e é encontrada morta na região. Sendo um detetive da Delegacia de Polícia Ambiental, Eric decide investigar a morte de sua esposa e encontra um estranho boto-cor-de-rosa em uma praia carioca, e com isso, ele se envolve em uma investigação de assassinato e descobre um mundo habitado por entidades míticas normalmente invisíveis aos seres humanos. A história também apresenta Inês (Alessandra Negrini), que é dona de uma casa noturna e acaba se envolvendo na investigação de Eric.

Confira o trailer da 1ª temporada:

Deixe seu comentário